Nossas Ações

Roda Cidade #6: A arte como ocupação do espaço público

Diante da guerra do prefeito João Doria contra o pixo e da retomada do debate nos veículos midiáticos sobre a arte inserida no contexto das grandes cidades, o clube de estudo sobre cidades Roda Cidade, uma iniciativa do Cidade Lúdica, discutiu em seu encontro do dia 20/02, o tema “a arte como ocupação e resistência no espaço público”.
O encontro aconteceu no Tapera Taperá, na Galeria Metrópole. ♥

Os participantes usaram como base para a discussão o artigo “Carnaval em preto e branco: comemoração e resistência étnico-cultural na São Paulo do século passado” (páginas 38 a 53, link aqui), de Olga Rodrigues de Morais von Simson. Além disso, discutiram o documentário “Batuque Paulista”,  que aborda o samba paulista e seus cordões que nasceram em bairros como Liberdade, Bixiga e Barra Funda (assista o filme na íntegra clicando aqui).

 

O encontro contou com escritores, arquitetos, historiadores, jornalistas e pessoas de diversas profissões e regiões de São Paulo que discutem a cidade como local de pertencimento. Créditos: Sheila Calgaro
O encontro contou com escritores, arquitetos, historiadores, jornalistas e pessoas de diversas profissões e regiões de São Paulo que discutem a cidade como local de pertencimento.

Um dia antes do clube de estudo, 19/02, participamos também do último ensaio do Ilú Obá De Min, grupo de mais de 300 mulheres que tocam tambor em homenagem à ancestralidade do samba. O primeiro cortejo acontece na sexta-feira, dia 24/02, a partir das 19h com concentração na Praça da República, Centro de São Paulo.

Veja mais informações, próximos encontros e participe do grupo aberto de estudos Roda Cidade clicando aqui.

Ilu Oba de Min
Ilú Obá de Min, na Praça do Patriarca, durante o último ensaio do bloco para o Carnaval 2017 em São Paulo. Créditos: Sheila Calgaro

 

SOBRE O RODA CIDADE
Na última segunda-feira de cada mês, o clube debate um livro, uma palestra, um documentário, uma frase ou um artigo – que é decidido pelo grupo presente na última reunião – que nos ajude a pensar as diferentes maneiras de ocupar e ressignificar os espaços sempre em mudança e em disputa que são as cidades.

+ TODOS estão convidados a participar: estudantes, amadores, interessados, mestres, doutores, professores, agentes transformadores, coletivos, enfim, apaixonados pela cidade.

+ A ideia é a cada encontro receber um convidado para fazer a provocação inicial no debate. O clube é totalmente horizontal, sem hierarquias. Venha somar, trocar, discordar, criar e trazer suas experiências na cidade.

Um dia antes do clube de estudo, 19/02, o clube irá participar do ensaio do
(Foto de Capa: Batuque Paulista – Documentário)

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com um *

Cidade Lúdica

2016 Cidade Lúdica