Nossas Ações

Roda Cidade #9: Higienização do Centro de São Paulo

A política de “higienização social” do centro foi tema do encontro que aconteceu no dia 26 de junho, na Tapera Taperá, do grupo de estudos do Roda Cidade.

Diante das ações autoritárias do prefeito João Doria (PSDB) na Cracolândia para a construção da “Nova Luz”, o debate irá se debruçar sobre as seguintes questões: como vem sendo feita nos últimos anos a política de “revitalização” e “reurbanização” do centro de São Paulo? Quais são as intenções por trás dessas ações e a quem elas interessam? Qual o contexto histórico desse cenário urbano desigual em que estamos inseridos?

O debate reuniu mais de 200 pessoas e contou com a presença do arquiteto-urbanista e ex-secretário municipal de habitação (gestão Haddad), João Sette, e representantes dos coletivos Humaitá, Ilú Obá de Min, a ONG Cursinho Professor Chico Poço e o pessoal do Voto Consciente Jundiaí
Os seguintes textos e vídeos foram utilizados como base:

– Cracolândia, política de drogas e genocídio negro
https://www.youtube.com/watch?v=8RWIg7j3QOc

– A cidade para poucos: breve história da propriedade urbana no Brasil – João Sette Whitaker Ferreira. Clique aqui.

– A destruição da Cracolândia – Débora Diniz
https://www.cartacapital.com.br/sociedade/a-destruicao-da-cracolandia

 

Leitura complementar:

– A batalha pelo centro de São Paulo: Santa Ifigênia, concessão urbanística e projeto Nova Luz – Felipe Francisco de Souza
https://issuu.com/landreadjustment/docs/batalha_centro_sp

– Região da Luz em Disputa – Mapeamento dos processos em curso
https://drive.google.com/file/d/0B-n77aCjawPIenNNRGtKcFc4Q2c/view

 

roda_cidade_9

Momento de discussão acalorada (e catarse!) sobre as ações na Cracolândia pela gestão Dória

SOBRE O RODA CIDADE
Na última segunda-feira de cada mês, o clube debate um livro, uma palestra, uma frase ou um artigo – que é decidido pelo grupo presente na última reunião – que nos ajude a pensar as diferentes maneiras de ocupar e ressignificar os espaços sempre em mudança e em disputa que são as cidades.

+ TODES estão convidados a participar: estudantes, amadores, interessados, mestres, doutores, professores, agentes transformadores, coletivos, enfim, apaixonados pela cidade.

+ A ideia é a cada encontro receber um convidado para fazer a provocação inicial no debate. O clube é totalmente horizontal, sem hierarquias. Venha somar, trocar, discordar, criar e trazer suas experiências na cidade.

(Foto de Capa: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com um *

Cidade Lúdica

2016 Cidade Lúdica